Transplante de Corneá – Mais um passo.

By | Outubro 5, 2013

Como vos falei no ultimo artigo, em final de 2011 inscrevi me para ser transplantado. Assim fiquei de fazer transplante de cornea ao meu olho esquerdo que estava com a corneá pior, onde a minha visão na altura era de uns 10%.

No dia 23/12/2011 oficialmente deu entrada o meu processo. Estava a contar com uns 2 ou mais anos a espera de ser chamado, mas para minha surpresa no dia 17 de Fevereiro de 2012, uma sexta feira, estava eu no trabalho quando durante a tarde recebo uma chamada. Atendo e ouço do outro lado: “Flávio a sua medica mandou me avisa-lo que temos uma corneá disponível para o transplantar na segunda feira. Deve assim estar segunda feira no hospital de Coimbra pelas 8 horas. Sera feito uns exames e se tudo correr bem é operado.

Ao inicio fiquei quase sem palavras e nem fiz as perguntas básicas como ate que possas posso comer ou de quantos dias seria o internamento! Mas la liguei no dia seguinte e me indicaram que podia tomar o pequeno almoço visto a operação ser a tarde e que ficaria la só uma noite a dormir.

Nessa mesma Sexta Feira avisei o meu patrão o qual já estava a par de que podia ser chamado a qualquer momento e que claro compreendeu bem esta ausência forçada. Tratei de encaminhar o meu trabalho pendente para o meu colega do departamento e a nivel de trabalho correu tudo bem.

Cheguei a casa e avisei os meus pais que ao inicio não queriam acreditar, mas depois la viram que eu estava a falar bem a serio!

O Transplante de Corneá

O fim de semana correu normalmente e segunda de manha, dia 20 de Fevereiro, la estava como prometido no local do internamento do hospital universitário de Coimbra no piso de oftalmologia.

Durante a manha fui visto pela minha medica, Dra Andreia, pela Dra Maria Joao. Tive ainda a tirar analises ao sangue e fiz ainda outro exame que de momento não me recordo, mas que é normal ser feito antes de todas as cirurgias.

Depois destes exames feitos fui conhecer o meu quarto. Conheci os meus 2 colegas de quarto onde é aqui que vemos que não acontece só a nos e não somos só nos que sofremos! Um deles a cortar pedra saltou a lamina e atingiu lhe o olho, ia ser transplantado e tinha aquilo com muito mau aspecto. O outro levou porrada numa discoteca e teve um deslocamento de retina.

Lá fiquei a descansar, cheio de fome! a espera de ser operado.

Eram 16 horas e la me levaram para o bloco operatório. Já no bloco colocaram me o soro, ligara me os aparelhos todos e por fim anestesiaram-me. Visto ser anestesia geral não me recordo de mais nada ate estarem me acordar a saída do bloco operatório. Mas sei que mesmo ai voltei adormecer e só acordei realmente cheio de dores la pelas 21 horas.

Tinha o olho operado tapado como é normal, estava cheio de fome e la veio a enfermeira trazer sumo e bolachas.

Passei a noite completamente em branco sem conseguir dormir devido as dores. As 7 horas com muita dificuldade la ligo para os meus pais a dizer que estava tudo a correr bem, avisei ainda os meus colegas de trabalho que tambem estava tudo bem. Aqui foi engraçado pois só uns dias depois reparei que lhes liguei a uma terça feira que estavam de ferias visto ter sido Carnaval e que consegui acordar algumas pessoas!

Pouco depois a medica Maria João chama me para ser visto por ela. la fui e ela diz me que esta tudo bem, o transplante de cornea tinha corrido bem e que tinha alta, mas que a minha medica ainda me ia ver. Lá esperei e pouco depois sou visto pela minha medica que também confirma estar tudo bem. Tinha alta do hospital, mas que deveria agora ter muitos cuidados. Aqui ja me removeram o penso que tinha, mas notava que via muito mal desse olho, o que é normal dado a cirurgia.

Foi me assim dada uma lista enorme de todas gotas, comprimidos que teria de tomar e foi me passado 1 mês de baixa medica.

Tinha ainda uma lista de cuidados a ter, nada de coçar o olho, fumo, pó ou fazer esforços. Tinha 17 pontos, foi me feito transplante Dalk. O Transplante de Corneá, obriga como qualquer transplante a certos cuidados para não existir rejeição.

Os meus pais foram me buscar e vim a viagem toda sem conseguir encarar o sol. Cheguei a casa e cama, fui descansar.

Essa semana após operação foi bem difícil, irei relatar no próximo artigo.

Deixar uma resposta