As bactérias sobrevivem por mais tempo nas lentes de contacto do que o esperado.

By | Julho 8, 2014

nota_estojos_para_lentes_de_contato

Hoje estava a ler uma noticia num site internacional e achei por bem traduzir e partilhar.

Ao que parece as bactérias existentes nos estojos das lentes de contacto (aquelas onde deixamos as lentes a limpar durante a noite) sobrevivem por mais tempo do que o que se esperava.

Os números oficiais indicam que as infecções bacterianas causam cerca de 6.000 casos de uma doença ocular grave conhecida como ceratite microbiana no Reino Unido anualmente. O último é uma inflamação e ulceração da córnea que pode levar à perda de visão.

O uso de lentes de contato tem sido identificada como um fator de risco particular para esta ceratite microbiana. Uma nova pesquisa, apresentados hoje na Society for General Microbiology Conferência Anual em Liverpool, mostra que uma estirpe bacteriana associada a infecções mais graves mostra maior resistência a uma solução comum de desinfectante para lentes de contato.

Pesquisadores da Universidade de Liverpool e The Royal Liverpool University NHS Trust testaram diferentes virus desta bactéria causadora da ceratite Pseudomonas aeruginosa, onde analisaram a sua capacidade de sobreviver em uma solução de limpeza de lentes de contato comum.

Os resultados mostraram que a maioria das bactérias testadas foram mortas em 10 minutos após serem colocadas na solução para lentes de contacto. No entanto, uma bactéria , a P. aeruginosa 39016 – associado a um caso mais grave de ceratite com um tempo de cura bem mais prolongado foi capaz de sobreviver por mais de quatro horas, muito mais do que o tempo de referencia.

Há mais de 3 milhões de pessoas no Reino Unido, usando lentes de contato. Este trabalho sugere que as bactérias clinicamente relevantes com maior resistência devem ser incluído no ensaio da eficácia de soluções de limpeza de lentes de contacto para assegurar que os procedimentos são suficientemente robustos para matar todas bactérias.

Professor Craig Winstanley, que liderou a pesquisa, diz: “A ceratite microbiana pode ser devastadora para o paciente – é importante que o risco de desenvolver esta condição é reduzida em pessoas que utilizam lentes de contato, melhorando soluções desinfectantes de lentes de contato.”

O plano do grupo de pesquisa é agora investigar e melhorar a forma de combater a resistência bacteriana

Isto irá potencialmente contribuir para a concepção de processos de desinfecção mais eficazes.

 

Por via das duvidas eu nunca deixo só 4 horas as lentes na solução desinfestante, deixo sempre pelo menos as 8 horas que estou a dormir pois mal não faz!

Tenho tambem esse cuidado, pois no passado já tive conjuntivite e acreditem que não é nada bom!

 

Deixar uma resposta